Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Silêncio renovado

Há frases que desconheço
Nas palavras que não dizes
Apenas conheço o preço
Dos silêncios infelizes
Que decerto não mereço

Silêncios que só me dás
Como forma de queixume
Para aumentar o ciúme
Que vive de coisas vãs
Que nos queimam mais que lume

Silêncios de tom magoado
Onde o fado e a ternura
Fazem do amor renovado
Um amor em desventura
Na desventura dum fado

Quando o desejo de amar
Adormece docemente
Sou boca que sem beijar
Mata a vontade que sente
No amor que tem p’ra dar