Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão maior da minha vida*

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Quatro paredes de fado

Quatro paredes
Quatro algemas poderosas
Testemunhas caprichosas da solidão
Quatro paredes
Num castelo de ansiedade
Testemunhando a verdade do coração

Quatro paredes
Muralha silenciosa
Que pode ser amorosa ou violenta
Quatro paredes
Guardando um sonho disperso
Mote perfeito dum verso que a dor inventa

São paredes revestidas a preceito
Com as marcas deste peito
Que vai batendo
Velhas amigas, irmãs na cumplicidade
Companheiras na saudade
A que me prendo
São paredes que me fazem recordar
Momentos em que a sonhar
Fui bem feliz
Vejo nelas a luz do passado
Aonde o meu fado
Criou raíz

Sem comentários: