Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Clarão infernal

---
Vestida de branca lua
Inundaste a minha rua
Com o teu brilho divino;
Tocado p’la emoção
Julguei ver no teu clarão
O farol do meu destino

Quase em profissão de fé
Segui-te, pé ante pé

Como quem segue uma estrela
Nesse caminhar tão firme
Tão casto, tão sublime

Imaginei-te aguarela

Mas a beleza apagou-se
O clarão evaporou-se

E tudo ficou igual
Despida de branca lua
Deixaste na minha rua

Este clarão infernal

Sem comentários: