Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão maior da minha vida*

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Silêncio meu amor

Deixa que este silencio, invente uma mensagem
E faça deste fado, um hino ao nosso amor
Deixa que este silencio, envolto de coragem
Vá roubar ao passado, o sol mais redentor

Deixa que este silencio. alucinante e louco
Seja a única lei dos fados que compomos
Deixa que este silencio invente a pouco e pouco
Versos que cantarei em honra do que fomos

Silencio meu amor, silencio... porque a vida
Quer esquecer as regras e a lei em que vivemos
Silencio meu amor, minha fúria incontida
Eu sei que não renegas os sonhos que tivemos

E quando o meu silencio acordar a memória
Deixa que seja eu o dono da saudade
Um amor tão intenso e tão cheio de história
Merece a luz do céu em franca claridade

Sem comentários: