Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Clarões do tempo das palavras

O sol que nas palavras não existe
É frio arrefecendo a emoção
Assim que o sol acende a manhã triste
A vida ganha enfim... novo clarão

Clarão dum tempo tão apetecido
Tão grato, tão feliz, tão desejado
O tempo em que dum verso proibido
Nasciam versos novos para o fado

Havia mil promessas no olhar
Com traços de conforto natural
Agora quando o sol quer pernoitar
Não encontra o espaço habitual

Sem ter onde ficar, vai de partida
Em busca doutro mundo bem melhor
E quando já não vem à nossa vida
A vida já não tem a mesma cor