Blogue especialmente dedicado à minha filha Marta Castro *a razão maior duma vida em amor*

<> 585 POEMAS <>

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dúvidas que me assaltam

- - -
Porque será 
Que somente na poesia
Encontro aquela magia
Que tem a luz que procuro?
Porque será 
Que tudo parece igual
Quando tenho, pra meu mal
Saudades dum amor puro?

Porque será que me remeto ao silêncio
Quando me parece imenso
O que tenho em meu redor?
Porque será que a solidão me conforta
Quando a alma, quase morta
Não ama nem quer amor?

Porque será que sou o porto inimigo
D'alguém que não 'stá comigo
Nem vive no amor que tenho?
Porque será que não encontro o condão
De pintar a emoção
E dar-lhe maior tamanho?

Porque será que a chuva sempre entristece
Quem chora porque padece
Do calor que nunca vem?
Porque será que o vendaval tenebroso
É o sopro mais ruidoso
Dos sopros que a vida tem?

Porque será que o tempo corre depressa
Sem que nada nos impeça
De correr sempre a seu lado?
Porque será que sabemos, à partida
Que esta passagem pla vida
Tem final anunciado?

Sendo assim... afirmo já // Que amanhã aqui virei
Para vos dizer *olá* // Com poemas que gerei;
Se eu não vier até cá // Perguntem... porque será???

Sem comentários: