Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tardio e triste

---
Amar-te, é a certeza que me apraz
Beijar-te, é o desejo que mantenho
Quem me dera voltar ao tempo atraz
Ao tempo sem quimeras, donde venho

Quem me dera voltar a ser criança
Fazendo dos meus sonhos, meus brinquedos
E ter de novo, o sol da esperança
Queimando a tal magia dos segredos

Quem me dera fugir á solidão
Dum sonho desejado, mas tardio
Olhar a lua, em dias de verão
Amar o vento, nas manhãs de frio

Maldigo este amor já muito tarde
Maldigo a solidão que me castiga
Invento uma saudade que resguarde
O vendaval real desta cantiga

Maio 1995

Sem comentários: