Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos // Refletindo a minha cor.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A luz do teu apego

---
A minha sorte depende
Da luz desse teu apego
Se fôr muito... a luz acende
Se fôr pouco... fico cego


A minha sorte não tem
A direcção que eu queria
Anda na vida, porém

A tristeza é o seu guia

A minha sorte não vê
Os passos que dá em vão
Por muitos passos que dê

Não alcança a tua mão

Ai sorte da minha vida
Ai vida da minha sorte
Terei a missão cumprida

No dia da minha morte

Setembro 2002

Sem comentários: