Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Nunca te falei d’amor

Nunca te falei d’amor
Nem de sonhos, nem de luz
Nem te mostrei o sabor
Que o meu poema traduz
Confesso que não supuz
Que pudesses entender
Este meu jeito de ser
Um trovador sonhador
Com medo de te perder
Nunca te falei d´amor

Falei-te da primavera
Leito de rosas mimosas
Tão belas e tão formosas
Que toda a gente as venera
Andei um tempo á espera
Dum sintoma d’amizade
Para ter a liberdade
De te dar sonhos de cor
Mas p’ra minha infelicidade
Nunca te falei d’amor

Falei-te dum olhar doce
Pelo qual me apaixonei
E fosse lá p’lo que fosse
Pouco mais te confessei
Decerto não encontrei
A coragem desmedida
De te prometer a vida
Em troca duma flor
Peço desculpa querida
Nunca te falei d´amor