Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cidade aguarela

---
Vejo da minha janela
Uma aguarela de brilho novo
É apenas claridade
Desta cidade, mãe do seu povo;
Vejo traços de glória
Fazendo a história deste país
No olhar duma criança
Vejo a esperança brincar feliz

Vejo rituais de fado
Fazendo o agrado, do coração
Sempre que a cidade canta
Não há garganta que diga não;
Quando a cidade adormece
Até parece que não tem voz
Então sinto a madrugada
Bem acordada, velar por nós

Quando a cidade desperta
Já tenho aberta a tal janela
Com o olhar do desejo
Deponho um beijo nessa aguarela;
Com os sentidos dispersos
Escrevo versos de felicidade
Rimando sol de ternura
Com a doçura desta cidade

Sem comentários: