Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Gritos patéticos

O som que vem bater nos meus ouvidos
E mais parece voz de trovoada
Não passa para lá dos meus sentidos
Nem tem a minha alma amedrontada

Um ruído ou um grito lancinante
Nunca me fez tremer ou sentir medo
Eu só tremo ao saber que no degredo
A solidão da alma é uma constante

Os gritos sem razão não valem nada;
Confesso que por serem tão patéticos
Me levam a sorrir de vez em quando

Por mais gritos que tenha a madrugada
Apenas sei ouvir gritos poéticos
Daqueles que meu fado me vai dando