Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Voz triplicada

---
Minha voz, meio perdida
Dolorida, reprimida
Não chega ao teu coração;
Grito que morre no espaço
Do fracasso em que desfaço
As nuvens da ilusão

Minha voz tem o condão
Da razão e da paixão

Que me faz ser como sou
Não é clamor de saudade
Mas há-de ser a verdade

Deste amor a que me dou

Minha voz, minha mensagem
Viagem p’ra outra margem

Onde tudo é diferente
Suspiro que não conheces
Nem mereces, porque esqueces

Que te amo loucamente

Loucamente apaixonado
Sou pecado amordaçado

Por regras que não aceito
Poema por decifrar
Um luar que quer morar

Na janela do teu peito

Agosto 2009

Sem comentários: