Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Um lamento

--
Um coração, uma alma
Um peito escondendo a dor
Uma voz que não se acalma
E chama p'lo teu amor

Um sorriso moribundo

Nuns lábios semi-cerrados
E o condenar deste mundo

Em que fomos condenados

Uma ilusão quase morta

Numa paixão que se finda
E o fechar dessa porta

Que quando aberta era linda

Dizer adeus à chegada

Partir sem dizer adeus
Vencer a esperança marcada

P'lo morrer dos sonhos meus

Um choro profundo e lento

Rosto molhado de pranto
E o nascer deste lamento

Num amar que me dói tanto


Sem comentários: