Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Maldita guerra

---
As luzes da guerra
Num país irmão
Vão manchando a terra
Que daria pão

E o pão desta vida / Vai sendo pisado
P'la ira incontida / Dum poder errado

Os corpos dum povo / Indefeso e triste
São alvos dum corvo / Que na selva existe

O sangue arrefece / Transforma-se em nada
E o povo padece / Duma forma errada

Crianças buscando / Um porto de abrigo
E pais suportando / O fogo inimigo

Os gritos de dôr / Num som infernal
Têm o sabor / E a côr do mal

A noite e o dia / São á mesma hora
E o povo implora / Paz e harmonia

Os Deuses da terra
/ Não guardam os seus
Porque numa guerra
/ Não pode haver Deus!

Sem comentários: