Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos // Refletindo a minha cor.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cá vou eu

---
Cá vou eu, passo ligeiro
Pelas ruas do meu tempo
Onde o sonho prevalece;
Cá vou eu de corpo inteiro
Nas nuvens do sentimento
Sempre que a dia amanhece

No momento em que te dou
Poemas que resultaram

Duma fraca inspiração
Cá vou eu, tal como sou
Porque na alma ficaram

Poemas d’afirmação


Vou ao encontro da vida
Vestido de singeleza

E muito bem perfumado
Vou ao encontro da vida
Para sentir que a nobreza

Mora na alma do fado
---

Sem comentários: