Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Mar de solidão

Fui ao mar ver se te via
Num dia / em que a maresia
Tinha o cheiro da paixão
Fui ao mar mas não te vi
E senti / que me perdi
Nas ondas da solidão

Fui ao jardim do prazer
Colher / uma flor qualquer
Que tivesse a tua cor
Trouxe uma rosa encarnada
Desfolhada / amargurada
E da cor do meu amor

Depois fui p’la noite escura
À procura / da ternura
Que por ti foi prometida
Voltei d’alma semi-nua
Porque a lua / que era tua
Perdeu o gosto p’la vida

Agora sou desalento
Que o vento / por meu tormento
Faz soluçar noite e dia
Fui ao mar chamar por ti
Não te vi / e então senti
Que trago a vida vazia