Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Alma rasgada

---
Rasguei a alma por dentro
Para que a lei do meu tempo
Não me fosse tão nefasta
E fui aos livros do mundo
Beber um verso fecundo
Mesmo com a alma gasta

Fui ao fundo do meu sonho
Beber um verso risonho
Que nem sempre tem sabor
Voltei de mão estendida
E foi pela mão da vida
Que a vida me fez melhor

Reencontrado e feliz
Reneguei o que não quis
Para aceitar o que sou
Agora só me procuro
Quando quero que o futuro
Tenha a rima que lhe dou
---


Sem comentários: