Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Coisas que a noite me deu

---
A noite deu-me um lápis de ansiedade
Para pintar o brilho que não tenho
Também me deu um sonho s
em cor e sem tamanho
Maior, muito maior que esta saudade

A noite deu-me um lápis de carvão
Da côr do teu olhar que já não vejo
Também me deu o sal dum longo beijo
Trocado sem razão e sem paixão

A noite deu-me um lápis de poesia
P’ra rimar o perfil da tua boca
Oferta tão gentil d
e coisa rara e pouca
Enchendo a minha alma de magia

A noite deu-me tanta, tanta coisa
Que nem sei qual foi delas a melhor
Mas tu és uma ave que não poisa
No beiral do meu fado em desamor

Sem comentários: