Blogue especialmente dedicado a minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

A maior parte destes // 670 // poemas têm o Fado como destinatário.

*

Noite sem fado e sem vida

A sombra misteriosa
Vai vagueando sozinha
Dando a triste sensação
Que a noite, mesmo formosa
Não tem o porte que tinha
Em forma de coração

É uma noite imperfeita
Sem vestígios da beleza
Que o fado sempre lhe deu
Somente a saudade espreita
P'la janela da tristeza
Para poder ver o céu

Ao longe, um resto de luz
Que mais parece uma vela
Com o pavio no fim
A iluminar essa cruz
Tão pesada e tão singela
Querendo fugir de mim

Cruz que eu bem reconheci
Quando fiquei mesmo em frente
Da sombra desconhecida
Finalmente percebi
Que plo fado andar ausente
A saudade anda perdida