Blogue especialmente dedicado à minha filha Marta Castro *a razão maior duma vida em amor*

<> 585 POEMAS <>

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rua do fado e do povo

Na rua aonde o fado fez história
Passei, acompanhado p’la saudade
Por lá só encontrei restos da glória
Que em tempos foi a voz da felicidade

Não vi nada de novo nem d'estranho
Não vi nada diferente nem melhor
A rua só não tem aquele tamanho
Que tinha, quando a alma era maior

Não falta quem lá vá p’ra conhecer
Raízes que o passado lá deixou
Não falta até, quem tente perceber
Os traços que o progresso conservou

A rua já vestiu um fato novo
Moldado pelas mãos da liberdade
No entanto ainda é rua do povo
E sempre será rua da saudade

Sem comentários: