Blogue especialmente dedicado a minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

A maior parte destes // 670 // poemas têm o Fado como destinatário.

*

Esquina do tempo

Esquina do tempo
Dobrada em louca corrida
Onde medimos a vida
Numa fração de segundos
Esquina do tempo
Onde não há rumo certo
Apenas temos deserto
A separar nossos mundos

Esquina do tempo
Onde se vê o futuro
Num tom quase sempre escuro
Misturado com cinismo
Esquina do tempo
Onde o tempo é sempre escasso
E onde, de passo em passo
Vamos até ao abismo

Esquina do tempo
Dum tempo que não vivemos
Aonde nem sequer temos
O destino desejado
Esquina do tempo
Que nos remete à lonjura
Provocando a tal loucura
Que se afoga em cada fado