Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão maior da minha vida*

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Coração poético

O coração do poeta 
Alimentado em amor
Tem sempre a batida certa
Mesmo ao compasso da dor

É sofrido porque tem
No seu peito amarrotado
Amarguras... e ninguém
Percebe... porque são Fado

Coração que tem consigo 
O dom da intuição
Mas não pressente o perigo
 Das facadas que lhe dão

Coração, quando felino 
Tem sete vidas reais
P'ra controlar o destino
Que o quer levar ao cais;
Ai coração peregrino
Não queiras sofrer demais

Sem comentários: