Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos // Refletindo a minha cor.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Fado Marina

---
Meu fado, poeta nobre
Alma que em mim se descobre
Rasgando a noite onde estou;
Inventei, para te dar
Nuvens de côr singular
Ao compasso do que sou

Movida pelo amor
Ardente e abrasador / Recebido em mõs de prata
Imagino que terei
Noites de piaxão sem lei / Aonde a voz se retrata

Muitos dos sonhos que quero
Ainda bailam perdidos / Recusando amanhecer
Invernos de desespero
Não me roubam aos sentidos / A vontade de vencer

Sem comentários: