Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Fado da minha vida

---
A minha vida, qual bola descolorida   
Tem a cor desmaecida, p’la lei do amor
Neste meu peito, bate um coração sem jeito
Porque meu sonho perfeito, perdeu a cor

Sabe-se lá, porque é que a vida nos dá
Dentro de cada manhã, um sol tristonho
Este meu pranto, tem a côr do desencanto
Porque sofro tanto tanto, que já nem sonho

Não consigo lidar com o inimigo
Pois sei que corro o perigo de me perder
Por não saber, qual a côr da minha lei
Sinceramente não sei o que fazer
Quero apenas que as dores sejam pequenas
Para que nos meus poemas haja mais céu
A minh’alma tem fado magoado
Da cor dum pecado que alguém cometeu

Na minha mente, há um sopro diferente
Que me dá constantemente, prantos de dor
E quando o dia, me traz mais melancolia
Só o sol da poesia, me põe melhor

Quando preciso, do brilho dum bom sorriso
Imagino o paraíso, no olhar do mundo
E a minha voz , canta poemas por nós
Gerando um sonho veloz, e mais profundo
                                              
Novembro 1999

Sem comentários: