Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Batidas de outrora

O meu peito já não tem
As batidas que tivera
O inverno que lá vem
Vai matando a primavera


Risos d’esperança florida
Passos de mal e de bem
Tudo o que tive na vida
O meu peito já não tem

Já não sou porto seguro
Nem tenho sonhos à espera
Já não tenho em meu futuro
As batidas que tivera

Vão acabando as promessas
Vai aumentando o desdém
Vejo por linhas travessas
O inverno que lá vem

O tempo vai-se perdendo
Já nada de bom m’espera
E a noite arrefecendo
Vai matando a primavera