Blogue especialmente dedicado à minha filha Marta Castro *a razão maior duma vida em amor*

<> 585 POEMAS <>

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Relógio do meu tempo

Ó relógio da vida, avança lentamente 
E deixa-me ser eu a marcar a idade
Por mim será cumprida a missão de ser gente
Gente que só nasceu por casualidade

Ó relógio do tempo, aceita a minha lei
Que pede simplesmente um pouco d'atenção
Dá-me mais um momento e eu juro, cumprirei
Religiosamente, a sina que me dão

Ó relógio que bates as horas da loucura
Bate mais devagar enquanto a paixão vive
Relógio, não maltrates as vidas sem ternura
E deixa-me sonhar loucuras que não tive

Sem comentários: