Blogue especialmente dedicado à minha filha Marta Castro *a razão maior duma vida em amor*

<> 585 POEMAS <>

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Madrugadas

---
Na madrugada da vida
Sou imagem repartida
Pelos momentos dispersos;
Na madrugada do sonho
E nos sonhos que transponho
Sou a alma dos meus versos

Na madrugada do mundo
Sou poeta moribundo / Sou corpo desencontrado
Na madrugada do amor
Sou corpo, em sonho maior / Sonhando amor compensado

Na madrugada da paz
Sou muitas vezes capaz / De cantar minha saudade
Na madrugada do tempo
Sou força de pensamento / Sou marca de felicidade

Sem comentários: