<> <> <>
Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC

<> <> <>
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!!

<> <> <>
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Noite fria do meu fado

- - -  
Tentei gostar de ti, ó noite que me cegas
Tentei até saber porque és assim tão fria
Tentei, não consegui, por isso, quando chegas
Sei que me vens encher de muita poesia

Tu vens sempre que o fado encontra um doce leito
Para dornir sereno em camas de verdade
Trazes sempre um passado aceso e tão perfeito
Que tornas mais pequeno o tempo da saudade

Não sei compreender a tua alma fria
Nem sei se a tua a cor é igual à que tenho
Mas não quero perder esssa doce magia
Que faz do teu amor, um tempo sem tamanho

Sem comentários: