Blogue especialmente dedicado a minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

A maior parte destes // 670 // poemas têm o Fado como destinatário.

*

Sopros partilhados

Quando partilho contigo
Sopros da alma que tenho
É por te saber amigo
E vires do tempo que venho

Vens do tempo em que ser gente
Era ter à flor do peito
Aquele singular jeito
De saber ser diferente

Vens do tempo em que, por mais
Que a dor te marcasse a vida
Nunca davas por perdida
A luta pelos ideais

Vens dum tempo em que afinal
Ser português verdadeiro
Era ser o mensageiro
Da alma de Portugal:
País amado e cantado
Pela tua voz de fado