Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Meu fado meu conselheiro

---
Meu coração
Não bate como batia
Porque perdeu a magia

Que tinha, quando sonhava
Meu coração
Perdeu a noção do tempo
E perdeu o encantamento

Dos sonhos que o amor dava

Meu fado amigo... m
eu conselheiro da alma
Só por ti é que se acalma
Este sofrimento atroz
Meu fado amigo... m
eu farol na noite escura
És tu quem põe mais ternura
Nas melodias da voz

Meu coração

Vagueia como perdido
Num poema acontecido

Sem limites de pecado
Meu coração

Faz-me sofrer d'ansiedade
Procurando a felicidade

Na nostalgia dum fado

Sem comentários: