Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão maior da minha vida*

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Chuva a meu gosto

A chuva chegou bem cedo
Mas partiu tão em segredo
Que quase ninguém notou
Partiu deixando a certeza
Que regressa mais acesa
P'ra rever o que deixou

A chuva terá saudade
De passear na cidade
E molhar solo sagrado
Ao regressar vai querer
Ir pela mão do prazer
Sentir o cheiro do fado

Enquanto a chuva não chega
A minh'alma não renega
O tempo que tem agora
Não sendo o tempo que quero
Eu não entro em desespero
Porque a chuva não demora

Sem comentários: