Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Tardio e triste

Amar-te, é a certeza que me apraz
Beijar-te, é o desejo que mantenho
Quem me dera voltar ao tempo atraz
Ao tempo sem quimeras, donde venho

Quem me dera voltar a ser criança
Fazendo dos meus sonhos, meus brinquedos
E ter de novo, o sol da esperança
Queimando a tal magia dos segredos

Quem me dera fugir á solidão
Dum sonho desejado, mas tardio
Olhar a lua, em dias de verão
Amar o vento, nas manhãs de frio

Maldigo este amor já muito tarde
Maldigo a solidão que me castiga
Invento uma saudade que resguarde
O vendaval real desta cantiga