Esta minha poesia // Simples, como o meu valor // São os sopros da magia // Com que descrevo o amor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos / Refletindo a minha cor !!! JFC
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão da minha vida *
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O barco do tempo

---
Não vens no barco do tempo
Nem vens no tempo sonhado
E eu trago o pensamento
Tristonho e amargurado

Não tenho notícias tuas / Nem sei aonde estarás
Por ti, percorri cem luas / Em busca de cem manhãs

No teu amor sem espaço / Não há espaço p’ra mim
E eu vou de passo em passo / Na minha estrada sem fim

Entrei no túnel incerto / Da tua luz colorida;
Para ver a luz mais perto / Vou até ao fim da vida

Não me dói o sofrimento / Nem me canso de sonhar
Talvez surja um novo vento / Que me consiga mudar
Se assim fôr, nesse momento
Vou amar, amar, amar
---

Sem comentários: