Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

António Aleixo

Homenagem ao rei dos poetas populares > ANTÓNIO Fernandes ALEIXO
Vila Real de Santo António, 18-02-1899 / Loulé, 16-11-1949

Aleixo, cauteleiro e bom poeta
Nascido no Algarve do passado
Viveu com sua alma sempre aberta
Sofrendo a dôr dum peito acorrentado
 
Embora humilde e pobre, conseguiu
Defender o valor da igualdade
Nos versos geniais que construiu
Rimou voz de razão, com lealdade

Aleixo, foi o pai dum fado novo
Um fado, que gerou p´ra todos nós
A sua voz, é voz do nosso povo
E o povo quando sofre tem mais voz

Na vida, foi exemplo de coragem
A obra que deixou faz-nos pensar
Aqui fica esta simples homenagem
Ao rei da poesia popular