Blogue especialmente dedicado à minha filha *Marta Castro *a razão maior da minha vida*

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Para Manuela

- - -
Manuela Cinderela
Donzela quase tão bela // Como lua em noite calma
Princesa da natureza
De beleza sempre acesa // Acendendo qualquer alma

O seu brilho encantador
Cheio de cor e amor // A qualquer um fascinava
Tinha rosas no olhar
Para dar e encantar // A quem por ela passava

Manuela era uma estrela
Singela, e tinha com ela // Encantos que ninguém tem
Estrela simples, cadente
Ascendente e permanente // Bailando no céu de alguém

Um dia, o vento surgiu
Quem o sentiu diz que ouvi // Chamar pelo nome dela
O vento agreste do norte
Por ser forte e por má sorte // Levou-nos a Manuela.

"À memória da minha saudosa irmã"

Sem comentários: