Este modesto blogue é especialmente dedicado à minha filha *MARTA CASTRO* a razão maior duma vida em amor !!!

Eu tenho a noção exata // Das minhas limitações // Mas quando d'amor se trata // Perco todas as noções.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A maior parte destes 760 poemas poemas tem o Fado como destinatário.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------------------------------

SE GOSTA DA MINHA POESIA...CANTE-A !!!

Soneto do amor estranho

Não sei que amor é este que me queima
Qual fogo a crepitar numa fogueira
Não sei que amor é este qu’inda teima
Em fazer-me sonhar a vida inteira

Não sei que amor é este que me dói
Qual vidro que se ferra em carne pura
Não sei que amor é este que destrói
Castelos onde a vida é só ternura

Não sei que amor é este que provoca
Em mim, a mais estranha comoção
Pelo pavor dum sonho inacabado

E que deixa a bailar na minha boca
Poemas que dão voz ao coração
Embora o coração sofra calado