Este site contém versos // De variado sabor // São sentimentos dispersos // Refletindo a minha cor.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vidas pequenas

- - -
Caminhos dum triste fado
Pedras que piso sem ver
O destino que me deram
Versos dum sonho marcado
Que cumpro sem perceber
O fado que m’impuseram

Caminhos que são apenas
A distãncia que separa
A minha vida da tua
Nossas vidas são pequenas
Tão pequenas que não param
Porque a vida continua

Caminhos que me transportam
Ao encontro anunciado
Da saudade intemporal
Só os fados me confortam
Com a naturalidade
Da alma de Portugal

Maio 2016

Sem comentários: